Postagens

Mostrando postagens de Maio 19, 2008

Manual de pintura de caligrafia, de José Saramago

Imagem
Uma das capas para uma edição brasileira de Manual de pintura e caligrafia.  Manual de pintura e caligrafia é o primeiro romance de José Saramago; pelo menos até enquanto o escritor português não admitiu publicamente que aquele A viúva , publicado em 1947, com outro nome,  Terra do pecado  era um romance que estaria na sua tábua bibliográfica. É uma obra que traz, desde seu título, uma marca na escrita saramaguiana: a de revisão das terminologias e, logo, de conceitos, dados aos gêneros. Chamar um romance de manual  e de pintura e caligrafia tem toda uma diversidade de sentidos que foge da ideia que se tem de um manual - geralmente descritivo e prescritivo - coisa que o texto em questão não é. Lido pela crítica como um romance cujas margens vem povoadas por ecos de uma biografia do próprio autor - sendo, portanto, o mais autobiográfico dos seus trabalhos. Entendendo que a crítica às vezes fala tanto que beira a linha do indevido, prefiro ver que a materialidade deste texto é