O centenário de Carmem Miranda



Hoje Carmem Miranda faz 100 anos. Nascida em 1909 em Marco de Canaveses, Portugal, a cantora e atriz marcou uma época da música e do cinema nacional. Iniciou sua carreira artística ainda na década de 1930. Sagrou-se fora do país, onde que escolheu para viver. Foi, sem dúvidas, o ícone de uma nova era que se formava para o mercado artístico. Teve, como algumas estrelas contemporâneas, uma meteórica subida rumo à fama e à riqueza. Também não foi diferente seu destino dos muitos destinos da fama. O sucesso estrondoso que obteve em menos de dois anos que levou a atriz ao patamar de estrela mais bem paga de Hollywood deixou-lhe, certamente, profundas sequelas na vida pessoal, seja pela imagem caricata sua - do tradicional turbante de bananas na cabeça, como ficou conhecida dentro e fora do Brasil -, seja pelo vício das drogas. A imagem de Carmem foi crucial e importante para a projeção da cultura brasileira. Ainda que uma cultura caricata como a das bananas na cabeça. Mas a projeção do samba - ritmo na época inteiramente popular - pelos passos e músicas suas foi peça-chave na constituição da identidade brasileira.

Acesse o portal Carmem Miranda


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carolina Maria de Jesus, a escritora que catava papel numa favela

20 + 1 livros de contos da literatura brasileira indispensáveis

José Saramago e As intermitências da morte

José Saramago e Jorge Amado. A arte da amizade

Cecília Meireles: transcendência, musicalidade e transparência

Sor Juana Inés de la Cruz, expoente literário e educativo do Século de Ouro espanhol

Visões de Joseph Conrad

Ensaios para a queda, de Fernanda Fatureto

A melhor maneira de conhecer o ser humano é viajar a Marte (com Ray Bradbury)

Os diários de Sylvia Plath