Festival Literário de Pipa



Terá lugar na Praia de Pipa (Tibau do Sul / RN) o 1º Festival Literário de Pipa. O evento será realizado da quinta-feira, 24 de setembro, ao sábado, 26, com personalidades potiguares e do Brasil.

Ao todo serão dez mesas literárias, com presença de nomes como Danuza Leão, Ronaldo Correia de Brito, Marina Colasanti, Daniel Piza, Heloísa Buarque de Hollanda, entre outros autores; quinze oficinas dentro do projeto inédito Pipinha Literária envolvendo 15 profissionais, entre professores, mestres, escritores e arte-educadores e ainda a oficina “A Preparação do Escritor”, com o escritor Raimundo Carrero.

A festival também conta com a Livraria Oficial do FLIPIPA-Siciliano, tenda de debates (uma estrutura climatizada com capacidade para 300 pessoas sentadas), espaço de autógrafos, a presença do Sebo Vermelho e um dos maiores editores de livros do RN, o sebista Abimael Silva, além de vários lançamentos de livros, shows musicais com Perfume de Gardênia, Carlos Zens, Galvão Filho, Cleudo Freire, Donizete Lima, Edja Alves, Rachel Alves e Alvamar Medeiros.

*

Na quinta-feira estarão presentes a escritora e jornalista Danuza Leão, que falará sobre o tema “Literatura, jornalismo, memórias”, tendo como mediador o jornalista Woden Madruga. Danuza, que é colunista da Folha de São Paulo e acaba de lançar suas memórias no livro “Quase Tudo”, abordará assuntos que vão do universo cultural ao meio jornalístico.

Com o tema “Literatura e Viagens”, a escritora Marina Colasanti também é presença no primeiro dia do Festival Literário, tendo como mediadora a jornalista e professora Josimey Costa.

Ainda no mesmo dia, a mesa “Clementino Câmara: Do nascimento em Pipa à Censura no Estado Novo”, resgata a obra deste professor e escritor considerado um dos maiores intelectuais nascidos na região. Estarão na mesa o professor e escritor Geraldo Queiroz, com mediação do professor Humberto Hermenegildo.

*

A sexta-feira será aberta com a mesa literária “Hélio Galvão: a cultura praieira”, tendo as participações de Sanderson Negreiros, Diva Cunha e Gilmara Benevides, em uma radiografia da trajetória humana e da riqueza cultural produzida pelo historiador e etnógrafo potiguar.

A segunda mesa da programação será “A Cultura das Periferias”, tendo como convidada a escritora e professora Heloísa Buarque de Hollanda, e como debatedor o escritor pernambucano Raimundo Carrero mediados pelo jornalista e escritor Carlos de Souza.

A terceira mesa do dia 25 abrirá com a exibição do documentário “Um Paraíso Perdido”, dirigido pelo escritor e jornalista Daniel Piza com fotografia de Tiago Queiroz. O curta de 24 minutos reconstitui a viagem à Amazônia realizada em 1905 pelo escritor Euclides da Cunha com o tema “A Amazônia de Euclides”, completando este mergulho no universo pouco explorado da obra euclideana — a sua relação com a natureza e a ciência.

Piza, que além de escritor é jornalista do jornal O Estado de São Paulo-Estadão, refez ele mesmo a viagem do escritor de Os Sertões. A mesa terá como mediador o jornalista e crítico literário Tácito Costa.

*

O último dia do Festival Literário da Pipa terá uma diversificada temática nas quatro mesas literárias. Às 16h começa a mesa “O romanceiro potiguar”, com participação da Doutora em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, Lílian Rodrigues, e do professor potiguar Luiz Assunção.

O debate seguinte resgata a obra do maior romancista da região, Homero Homem de Siqueira, poeta potiguar de relevância nacional e autor de livros importantes como Terra Iluminada, País do Não Chove e Lá Fundamental, além dos romances Cabra das Rocas e Menino de Asas. Quem dá voz às reflexões sobre o escritor são Ney Leandro de Castro, Dorian Gray e Marize Castro.

A última mesa em Pipa recebe o escritor vencedor de 2009 do Prêmio São Paulo de Literatura, o escritor cearense Ronaldo Correia de Brito, que falará sobre o seu romance Galiléia, considerado um dos melhores livros lançados este ano. Participam da mesa o escritor Moacir Cirne e o jornalista Osair Vasconcelos.

Entre os lançamentos de livros estão Cruzeiro de Pipa, do museólogo Hélio Oliveira,  Ykamiabas, de Regina Melo, O Aprendiz da Liberdade, de Marlene Dantas Santana. Hélio Galvão, o saber como herança, de Gilmara Benevides, Tato sagrado dos Deuses Hindus, de Sri Madana Mohana, além dos autores participantes das mesas, que autografarão suas obras após os debates.


* Informções do portal de notícias No Minuto.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

20 + 1 livros de contos da literatura brasileira indispensáveis

Carolina Maria de Jesus, a escritora que catava papel numa favela

José Saramago e As intermitências da morte

Visões de Joseph Conrad

Cecília Meireles: transcendência, musicalidade e transparência

Sor Juana Inés de la Cruz, expoente literário e educativo do Século de Ouro espanhol

Ensaios para a queda, de Fernanda Fatureto

A melhor maneira de conhecer o ser humano é viajar a Marte (com Ray Bradbury)

Não adianta morrer, de Francisco Maciel

Boletim Letras 360º #246