A lista de filmes da década pela Cahiers du cinèma

Cena de Vincere

A revista francesa Cahiers du cinèma é uma das mais conceituadas quando o assunto é a sétima arte - prestígio adquirido por uma "oposição" clara ao mass movie de Hollywood. Nela já passaram os nomes conceituados de François Truffaut, Jean-Luc Godard, Eric Rohmer, entre outros. Seguindo a tradição das listas de fim de ano, em fins de 2009, a revista publicou uma lista  com os dez maiores filmes da década. Não há nenhum filme em brasileiro no top 10 da lista geral, contudo os títulos apresentados são, certamente, interessante sugestão para um bom programa em casa para os que não são de folia nesse carnaval.  A seguir a lista com uma sinopse de cada um dos eleitos:

1. Ervas Daninhas, de Alain Resnais (2008): Marguerite Muir  é uma dentista solteira, que tem sua bolsa roubada ao sair de uma loja. Sem que ela perceba, sua carteira é largada no chão do estacionamento. Quem a encontra é Georges Palet, casado e pai de dois filhos. Curioso, ele vasculha a carteira e nela encontra uma foto de Marguerite, que resolve guardar consigo.

2. Vincere, de Marco Bellochio (2009): O filme reconstrói a história trágica de Benito Albino Mussolini, o filho que o Duce teve com Ida Dalser e que mandou internar em um hospício, onde morreu em 1942.

3. Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino (2009): Segunda Guerra Mundial. A França está ocupada pelos nazistas. O tenente Aldo Raine é o encarregado de reunir um pelotão de soldados de origem judaica, com o objetivo de realizar uma missão suicida contra os alemães. O objetivo é matar o maior número possível de nazistas, da forma mais cruel possível. Paralelamente Shosanna Dreyfuss (Mélanie Laurent) assiste a execução de sua família pelas mãos do coronel Hans Landa (Christoph Waltz), o que faz com que fuja para Paris. Lá ela se disfarça como operadora e dona de um cinema local, enquanto planeja um meio de se vingar.

4. Gran Torino, de Clint Eastwood (2008): Walt Kowalski é um inflexível veterano da Guerra da Coréia, que está agora aposentado. Para passar o tempo ele faz consertos em casa, bebe cerveja e vai mensalmente ao barbeiro. Sua vida é alterada quando passa a ter como vizinhos imigrantes hmong, vindos do Laos, os quais Walt despreza. Ressentido e desconfiando de todos, Walt apenas deseja passar o tempo que lhe resta de vida. Até que Thao, seu tímido vizinho adolescente, é obrigado por uma gangue a roubar o carro de Walt, um Gran Torino retirado da linha de montagem pelo próprio. Walt consegue impedir o roubo, o que faz com que se torne uma espécie de herói local. Especialmente para Sue, mãe de Thao, que insiste que deve trabalhar para Walt como forma de recompensá-lo.

Singularidades de uma rapariga loura, uma releitura de um conto de Eça Queirós

5. Singularidades de uma rapariga loura, de Manoel de Oliveira (2008): O filme traz-nos uma história de amor e desavenças, carregada da característica ironia de Eça de Queirós, sobre a moral e o atavismo português. Manoel de Oliveira transpõe para o presente o conto de Eça. Macário é um contador que se apaixona perdidamente por Luísa, a moça loira que costuma observar no quarto a partir da janela do seu escritório. Consegue conquistá-la e tornar-se seu noivo, contra todas as adversidades, entre as quais a firme oposição do tio, que o expulsa mesmo de casa por causa disso. Contudo, um dia quando estavam numa ourivesaria, Luísa rouba um anel de diamantes e Macário, como homem de princípios sólidos, não hesita em chamá-la de ladra e romper definitivamente com a relação.

6. Tetro, de Francis Ford Coppola (2009): Filmado em preto e branco, Tetro é uma história de família: o jovem Benjamin vai a Buenos Aires atrás do irmão mais velho, Angelo, que agora exige ser chamado de Tetro e não está muito disposto a reatar os laços familiares. Aos poucos, as camadas desse imbróglio vão sendo descascadas. O que parece uma trama pequena, fechada na família Tetrocini, vai ganhando contornos operísticos, bem ao gosto do diretor.

7. Guerra ao Terror, de Kathryn Bigelow (2008): JT Sanborn, Brian Geraghty e Matt Thompson  integram o esquadrão anti-bombas do exército americano, em ação em pleno Iraque. Eles trabalham na destruição de um explosivo, fazendo com que seja detonado sem que atinja alguém. Entretanto, um erro faz com que o artefato exploda e mate Thompson. Em seu lugar é enviado o sargento William James, que possui grande sangue frio em ação. Isto gera alguns desentendimentos com Sanborn, que o considera irresponsável. Apesar disto, o trio segue na ativa, tendo consciência de que cada dia concluído de trabalho é um dia a mais de vida.

8. Le Roi de l’Évasion, de Alain Guiraudie (2009): Traduzido para o Brasil como O rei da fuga o filme é a história de um homossexual que enfrenta uma crise de meia-idade e salva uma adolescente de ser violentada por jovens baderneiros. Com o tempo, acaba se apaixonado por ela. O casal precisa fugir para consumar a relação, e passa a ser perseguido pela polícia.

9. Sonata de Tóquio, de Kiyoshi Kurosawa (2008): O núcleo do filme é a  família Sasaki, formada pelo casal Ryuhei e Megumi, e seus dois filhos Kenji e Taka. O ponto inicial do filme é a proposta a Ryuhei para um cargo mais baixo na sua empresa. Orgulhoso demais para isso, Ryuhei pede demissão. Desempregado, ele tenta ainda manter o mesmo ritmo de vida que tinha, sem comunicar a sua família tal fato.

Cena de Hadewijch

10. Hadewijch, de Bruno Dumont (2009): Hadewijch inicialmente parece ser um retrato profundamente religioso de uma menina jovem, intensamente dedicada a Cristo e aos valores cristãos. Mas, este compromisso completo gradualmente toma uma volta fascinante - com resultados terríveis. Céline não é apenas um estudante de teologia. Ela acredita. Sua única devoção desperta a preocupação e a desconfiança de sua Madre Superiora, que decide expulsar a mulher intensa, enviá-la para o mundo a descobrir seu verdadeiro eu. Céline é jovem e impressionável, e seus sacrifícios são extremos. Sua família burguesa é alta - seu pai é um ministro no governo - e é seu estilo de vida luxuoso e requintado. Céline conhece um rapaz chamado Yassine, um árabe de projetos, e em breve vão concertos e passeios aos arredores de Paris sobre a parte traseira de sua scooter. Céline não quer sexo, no entanto, e quando ela resiste aos avanços Yassine, ele está irremediavelmente confuso. O jovem tem um irmão, Nassir, que é um crente fervoroso fundamentalista em sua própria religião. É quando Céline encontra Nassir que o drama começa.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

20 + 1 livros de contos da literatura brasileira indispensáveis

Carolina Maria de Jesus, a escritora que catava papel numa favela

José Saramago e As intermitências da morte

Visões de Joseph Conrad

Cecília Meireles: transcendência, musicalidade e transparência

Sor Juana Inés de la Cruz, expoente literário e educativo do Século de Ouro espanhol

Ensaios para a queda, de Fernanda Fatureto

A melhor maneira de conhecer o ser humano é viajar a Marte (com Ray Bradbury)

Os diários de Sylvia Plath

Não adianta morrer, de Francisco Maciel