O inédito de Márcio de Lima Dantas


Por Pedro Fernandes



Foi quando estava editando o material para a 3ª edição do caderno-revista 7faces que surgiu a ideia. Tinha à minha frente uma quantidade significativa de materiais do professor, poeta, crítico e ensaísta Márcio de Lima Dantas.

Márcio é desses sujeitos que, apesar de viver numa Academia – afinal é professor na cadeira de Literatura Portuguesa na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – ainda não se deixou contaminar com os bolores institucionais. E duvido que um dia fará isso. Não tenho muito contato com ele, mas dos momentos em que pude conversar pessoalmente, deixou-me claro que é um sujeito de posições muito acabadas, justas e, sobretudo, lúcidas acerca do seu trabalho e da sua função enquanto homem de letras. Fato é que Márcio é profícuo na sua produção. Diria que não para um instante. E é de uma simplicidade boa. Eis aí, talvez sua qualidade maior, frente ao pedantismo, que é um dos desvalores cultivados às pampas no meio onde ele vive.

Dos materiais, dos muitos que me envia constantemente, havia dois conjuntos de textos que tomei, de imediato, após sua leitura, o interesse em publicá-los na edição do caderno-revista 7faces que sai agora no próximo dia 30 de setembro. Um, era um conjunto de poemas selecionados especificamente para a edição em questão; outro, era um conjunto de poemas, em formato já de livro pronto para edição, intitulado Rol da feira. Ao ler este último, imediatamente entrei em contato com o professor a título de que eu pudesse publicá-lo sob a forma de encarte para a edição terceira do caderno-revista 7faces. Acontece que alguns dos poemas do material em questão já haviam sido encaminhados sob a custódia de inédito para a Revista Preá. 

É então que Márcio me apresenta outros originais seus. E são estes originais que serão publicados encartados na terceira edição do caderno-revista 7faces. Trata-se do inédito Xerófilo


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cortázar forasteiro

Dez poetas necessários da nova literatura brasileira

Os segredos da Senhora Wilde

Coral, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Cortázar de A a Z

O que é a Literatura?, de Jean-Paul Sartre

Dez mulheres da literatura brasileira contemporânea