Os lusíadas on-line


Camões, 1907, oléo sobre tela José Malhoa




Que Os Lusíadas, de Luís de Camões, é um dos mais importantes textos da literatura em língua portuguesa, todos hão de concordar; outros até acrescerão que o épico camoniano é já clássico para a cultura ocidental. Agora, fazer do clássico leitura para leitores comuns, nem todos hão de acreditar na possibilidade. E a situação é ainda mais absurda se formos ver de perto que a imensa maioria dos estudantes de Letras no Brasil, público que lida diretamente com leitura, nunca leu a obra. Considero absurda porque – e isso eu já comentei por aqui – há títulos que integram aquela lista de leitura obrigatória a certo público por mais que não o apeteça.

Agora, um projeto conduzido pela Biblioteca Nacional de Portugal, país de nascimento do poema, traz o texto na sua primeira impressão em formato digital. Entendendo Os Lusíadas como obra importante no cânone universal, integra a proposta a digitalização da primeira edição em diferentes línguas – do espanhol, passando pelo sueco e até numa versão em polaco.

A primeira publicação da epopeia de Camões foi feita em 1572 com alvará de publicação do Rei Dom Sebastião e licença do Tribunal do Santo Ofício, órgãos censores da época. Tendo por modelo a construção clássica inaugurada pelo poeta italiano Ariosto em Orlando furioso e esquematizada no modelo de Virgílio em Eneida, o poema narra a partir da empreitada de Vasco da Gama no início das grandes navegações, a coletividade portuguesa nesse período. 

Ligações a este post:
Leia mais sobre Os lusíadas acessando aqui a primeira parte do Dossiê Camões publicado no Letras in.verso e re.verso em 2009. 


Na fan page do Letras in.verso e re.verso é possível visualizar a reprodução de fragmentos do canto 5 em que nos é apresentada a figura do gigante Adamastor.  



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cortázar forasteiro

Dez poetas necessários da nova literatura brasileira

Os segredos da Senhora Wilde

Coral, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Cortázar de A a Z

O que é a Literatura?, de Jean-Paul Sartre

Dez mulheres da literatura brasileira contemporânea