As ilustrações de J R R Tolkien para O Hobbit


Semana passada, postei na fan page do Letras in.verso ere.verso no Facebook, o segundo trailer para O Hobbit, que já tem data de estreia marcada, 14 de dezembro. O filme é o primeiro de uma trilogia descoberta pelo diretor Peter Jackson, ainda quando estava no trabalho de montagem; as aventuras de Bilbo Bolseiro irão até 2014, para quando está previsto o lançamento do último filme. A segunda parte deverá sair em fins de 2013.

O filme é baseado no romance homônimo de J. R. R. Tolkien, publicado em setembro de 1937. Mas, o manuscrito foi entregue ao seu editor ainda em outubro do ano anterior. A primeira publicação veio com mais ou menos 20 desenhos inéditos, dois mapas e uma pintura confeccionados pelo próprio Tolkien. Essa mostra não passou disso, amostra, mas o autor criou mais de 100 ilustrações que só vieram ser descobertas recentemente conforme atesta matéria publicada no The Guardian. O achado veio dos papeis que compõem o espólio do escritor enquanto a Biblioteca Bodleian, de Oxford, trabalhava na digitalização da sua obra. Agora, toda extensão de imagens para O Hobbit está em torno de 110 trabalhos, variando entre desenhos em tinta para aquarela, desenhos simples. A recolha foi reunida numa edição luxuosa publicada em finais de 2011 assinalando a passagem dos 75 anos de um dos livros de fantasia mais célebres do mundo.

No Brasil, a Editora Martins Fontes traz às livrarias, além de uma reedição de O Hobbit dois livros infantis inéditos de Tolkien e um guia ilustrado, composto com imagens do filme de Peter Jackson. Os dois inéditos são Sr Bliss e Cartas ao Papai-Noel.

Bem, diante de tantas novidades, que tal algumas das ilustrações de Tolkien para o seu clássico? Atenção seja dada para a última imagem: ela é a versão completa da imagem feita para a capa da primeira edição de O Hobbit.









Fonte: The Guardian

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos da Senhora Wilde

Os mistérios de "Impressão, nascer do sol", de Claude Monet

Andorinha, andorinha, de Manuel Bandeira

Joker

Treze obras da literatura que têm gatos como protagonistas

Poesia e metalinguagem em A palavra algo, de Luci Collin

Desta terra nada vai sobrar, a não ser o vento que sopra sobre ela, de Ignácio de Loyola Brandão