Postagens

Mostrando postagens de Junho 18, 2012

Eu nasci assim, eu cresci assim

Imagem
Jorge Amado trabalhando no romance  Gabriela, cravo e canela  enquanto Carlos Scliar faz seu retrato. Fonte: Cia das Letras Não foi o primeiro romance de Jorge Amado, mas é talvez o mais conhecido entre os leitores. Na verdade, nem sempre os primeiros livros são os que fazem sucesso. Foi sim o primeiro livro escrito depois que o romancista deixou o Partido Comunista e é tido pela crítica como um texto que inaugura na sua obra uma nova fase.  Não é mais o conteúdo abertamente político que se lê nos primeiros livros o que se encontra agora, mas temas voltados à formação racial brasileira, o universo dos jagunços, coronéis, prostitutas e trambiqueiros, todos ansiando progressos numa região que oferece a eles esse sentido. Está no centro a sensualidade e o erotismo das personagens femininas, a folia, o sexo fácil. O espaço privilegiado para a trama não é mais o urbano de Salvador, mas a região de Ilhéus, que com o auge do cacau tem uma intensa vida noturna entre bares e caba