Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 4, 2013

As raízes que invadiram a casa, de Vernaide Wanderley

Imagem
Por Pedro Fernandes Acontecimentos como Vernaide podem inaugurar na vida do leitor uma de duas estradas: um apego à sua matéria literária ou repulsa. Aqui, quero me distanciar das duas posições, mas o leitor fique livre para julgar como bem entender, o que já representa, dentro dessas duas possibilidades, este texto; antes da escolha, que ele entenda apenas uma coisa: é este um texto que parte de um gesto de admiração pela capacidade da escritora de se distanciar da poesia para se aventurar pela prosa, muito embora além da poesia ( Litorgia ou: poemas com rimas vermelhas  e Tatuagem ), ela já tenha se aventurado pela seara da palavra corrida (o infantil Duas histórias de guia  e o conto-poema Rota dos inocentes ). Digo isso diante, evidentemente, deste “As raízes que invadiram a casa” (Editora Patuá), um dos romances que figura já entre uma das melhores surpresas literárias deste ano levando em conta as poucas leituras que fiz de produções literárias brasileiras. Surpresas