Postagens

Mostrando postagens de Março 14, 2019

O eleito, de Thomas Mann

Imagem
Por Pedro Fernandes


É curioso que O eleito não figure, de imediato, entre as obras mais importantes de Thomas Mann; curioso, mas compreensível para quem escreveu Doutor Fausto, Os Buddenbrook, A montanha mágica ou José e seus irmãos, obras de grande fôlego que juntas atentam contra toda impossibilidade de realização de umsó homem.A monumental obra do escritor alemão atesta, aliás, o verdadeiro sentido de um termo hoje tão depreciado quanto o gesto de ser aplaudido de pé depois de um espetáculo – gênio. Há quase duas décadas fora de catálogo no Brasil, a obra é reapresentada e abre-se, assim, outra possibilidade, a de redescoberta, nesse caso diferenciada, que é a de compreendê-la parte importante do amplo universo de um criador exponencial. As razões para tanto são diversas, mas basta que se diga uma delas: neste romance está toda a técnica do escritor e é, portanto, uma oportunidade valiosa para os que ainda estão à beira de percorrer suas maiores invenções.
História, mito e fantasia…