Postagens

Mostrando postagens de Março 20, 2020

A leitura e a docência nunca foram tão excitantes

Imagem
Por Rafael Kafka

Nesse percurso de dez anos em que ocupo espaços de sala de aula, percebo que a afetividade sempre foi uma presença importante em minha rotina, mesmo sem conhecer o básico de como esse conceito interage com o processo de ensino-aprendizagem. Tudo era muito intuitivo e eu tentava de alguma forma manter uma relação de proximidade com meus alunos. Não queria ser o estereótipo do professor de cursinho pré-vestibular que dá aula show e é engraçado o tempo todo para fazer sucesso com os alunos, apesar de em diversos momentos eu usar estratégias similares para quebrar a monotonia das aulas e assim tornar tudo mais leve.
Dar aula me ensinou que afetividade é um conceito amplo demais, manifestando-se de diversas maneiras em todos os contextos de nossa existência. Nesse sentido, a afetividade vivida na escola não deve ser a mesma vivida em casa e devemos refletir sobre os motivos que levam à projeção dos alunos desse outro tipo de afeto mais familiar dentro das salas de aula, um…