Postagens

Mostrando postagens de Junho 11, 2020

A redoma de vidro, de Sylvia Plath

Imagem
Por Pedro Fernandes Sylvia Plath quando bolsista da  Mademoiselle , em 1953. A imagem ficou registrada em  A redoma de vidro A redoma de vidro , de Sylvia Plath reúne dois livros. Um é composto pelos nove primeiros capítulos. E o outro pelo restante do livro. A constatação evidencia ainda uma condição: parece que foi escrito em duas etapas distintas. Estritamente autobiográfico, o primeiro livro começou a ser escrito quando a escritora estadunidense foi, assim como a personagem deste romance, premiada com uma estadia em Nova York por uma daquelas muitas revistas para mulheres que marcaram os anos pós-revolução feminina. E o segundo livro é fruto de uma retomada da escritora ao projeto original e quando já estava atormentada pela obsessão do suicídio, empreitada que conseguirá realizar depois de diversas tentativas ao longo da vida. O primeiro livro que compõe  A redoma de vidro  quer ser um romance sobre, entre outras coisas, o lugar social da mulher. A jovem Esther Green