Postagens

Mostrando postagens de Abril 15, 2008

Rastros de Ódio, John Ford

Imagem
A tragédia do homem branco no oeste selvagem norte-americano é traduzida em imagens memoráveis do emblemático Ethan feito por John Wayne O cineasta Jean-Luc Godard, antes de rodar sua obra-prima Acossado , em 1959, chorou no cinema. Ele assistia a Rastros de ódio , de John Ford. E foi a atuação de John Wayne que havia emocionado aquele jovem redator da revista francesa Cahiers du Cinèma . Assim como vários outros críticos de cinema do mundo, que nos anos seguintes elegeriam este cimo um dos maiores faroestes já feitos. Rastros de ódio mostra a desgraça de Ethan Edwards (Wayne), sulista que retorna da Guerra da Sucessão, destroçado, e tem, dias depois, sua família dizimada por uma tribo comanche, incluindo sua cunhada, Martha, que é o grande amor de sua vida. Sobra Debbie, a sobrinha raptada pelos índios. O solitário caubói irá atrás dos assassinos a fim de fazer justiça e resgatar a menina. A caçada ao chefe Cicatriz e sua tribo dura anos e nela ficam apenas Ethan e