Postagens

Mostrando postagens de Junho 26, 2021

Boletim Letras 360º #433

Imagem
DO EDITOR   1. Caro leitor, em nome do Letras , antes de passar às notícias que fizeram a semana em nossa página de encontros no Facebook, agradeço a companhia. Cuidemo-nos. Boas leituras! Walter Benjamin. Foto: Gisèle Freund.   LANÇAMENTOS O segundo romance de Abdellah Taïa no Brasil .   Em Um país para morrer , a narrativa é formada sobretudo por diálogos. “Só conversa quem se dispõe a estar diante do outro. Uma mulher se prostitui para solda — dos franceses durante a ocupação na Indochina enquanto tenta convencer um deles a acompanhá-la à Índia. A personagem principal do livro encontra um jovem iraniano desfalecendo no metrô de Paris e o acolhe, para depois ouvir (e ler) sua história de perseguição e fuga. Os encontros aqui não são apenas entre pessoas. Como diálogos pressupõem movimento, já que são um vai e vem, as personagens estão o tempo inteiro se deslocando. O encontro que elas têm com sociedades estrangeiras, por exemplo, nunca é pacífico. A percepção de Abdellah Taïa é clar