Postagens

Mostrando postagens de Novembro 12, 2021

Farmácia Literária ou a cura pelo romance

Imagem
Por Pablo Augusto-Silva Farmácia Literária , ainda que não original, é uma obra singular. Ella Berthoud & Susan Elderkin criaram um livro que poderíamos classificá-lo como de 1001 utilidades — misto de dicionário analógico, autoajuda, receituário, crítica literária, manual para biblioterapeutas — mas, para além de tudo isso, indicações ao grande público de boas obras literárias, de best-sellers às ilustres desconhecidas. As autoras listaram uma série de problemas ou doenças, físicas e emocionais, e para cada uma sugere a leitura de uma obra de ficção. A primeira lista, “Males de A a Z” (p. 11-360) segue com verbetes como: “abandonar o barco, desejo de”, “câncer, cuidar de alguém com”, “concentração, incapacidade de”, “diferente, ser”, “fobia”, “internet, vício em”, “inveja”, “maternidade”, “nariz, detestar o seu”, “ódio”, “pânico, ataque de”, “pesadelos”, “quarenta anos, ter”, “ressentimento”, “sentido, falta de”, “tagarela, ser”, “terminar, medo de”, “TPM”, “trinta anos, ter”, “v