Postagens

Mostrando postagens de Outubro 20, 2011

Capitães da areia, de Cecília Amado

Imagem
Por Pedro Fernandes Todo filme produzido no Brasil, ainda é, para os seus produtores uma saga. Vou mais além: todo artista, para viver de arte por aqui, está condenado ao limbo, antes da morte. É fato que a humanidade tem se tornado mais tecnicista. E em terras tupiniquins o tecnicismo nascente deixa se contaminar por outro mal — a má formação cultural. Logo, com esse  Capitães da areia , filme homônimo ao romance de Jorge Amado, que se sagrou na contramão do que disse antes sendo um dos escritores mais vendidos dentro e fora desse país, não foi diferente. Imagino que Cecília Amado não tenha herdado o bom santo que favoreceu as vendas de livros para o seu avô e deve ter sofrido o diabo para por nas telas o livro mais conhecido de Jorge.  Não quero subestimar esse esforço, mas não quero me guiar por ele para tecer elogios falsos a um produto que é genuinamente brasileiro e que brota de uma obra das mais bem acabadas de Jorge Amado. Logo, antecipo, a conclusão, e digo q