Postagens

Mostrando postagens de Março 15, 2022

Literatura através das águas: uma análise crítica da obra O som do rugido da onça

Imagem
Por Lucas Pinheiro Micheliny Verunschk. Foto: Renato Parada Desde suas características técnicas até sua incrível escolha estilística, Micheliny Verunschk, graduada em História pela AESA-PE, Mestre em Literatura e Crítica Literária e Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, guia-nos entre a história de dois jovens indígenas brasileiros raptados por Carl Friedrich Philipp von Martius e Johann Baptist von Spix no começo do século XIX. São inúmeras as similaridades da obra de Micheliny em relação aos romances do século XX, especialmente sua relação próxima a Guimarães Rosa, já que há em ambos uma mistura de hábitos populares mesclada a uma narração erudita, fatores que oferecem ao leitor uma perspectiva de caráter antropológico justaposta ao que é fruto das escolhas cintilantes e nada superficiais que só existem enquanto mediadas pela imaginação febril e lírica dos escritores. Todavia, ainda permeada de enormes singularidades, a obra traz uma trama por vezes bem interligada, de escr