Postagens

Mostrando postagens de Setembro 16, 2021

Os desvalidos, de Francisco J. C. Dantas

Imagem
Por Pedro Fernandes   Tanto tempo passado e com uma recorrência tão marcante que podemos falar de uma tradição do romance sobre o cangaço na literatura brasileira: O Cabeleira , de Franklin Távora; Coiteiros , de José Américo de Almeida; Os cangaceiros e Pedra Bonita , de José Lins do Rego; Seara vermelha , de Jorge Amado; Grande sertão: veredas , de João Guimarães Rosa. Estes e Os desvalidos , de Francisco J. C. Dantas são os que trabalham o tema como objeto principal da narrativa. São os mais conhecidos, mas certamente existem outros. E, se considerarmos aqueles títulos que em alguma passagem façam referência à questão, a lista se amplia; com os romances existem ainda contos, crônicas e outra variedade de formas e expressões literárias que figuram, positiva ou negativamente, a vida e as atitudes no-do cangaço.   É simples pensar no assunto como sobressalente em Os desvalidos , afinal é o que se encontra à superfície da narrativa. Mas, comecemos por aqui até alcançar outra camada,