Postagens

Mostrando postagens de Agosto 26, 2021

Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida

Imagem
Por Pedro Fernandes   O único romance de Manuel Antônio de Almeida foi publicado originalmente, como grande parte dos títulos de seu tempo, em folhetins. Os folhetos saíram entre 1852 e 1853 na seção dominical “A Pacotilha” do jornal Correio Mercantil . O material revisado por Machado de Assis serviu para dar forma aos dois tomos da primeira edição em livro assinada por Um Brasileiro . No ensaio que abre a reunião de textos dispersos do escritor, Bernardo de Mendonça comenta que se não restaram informações sobre a recepção do público para as produções seriadas, sabe-se que o livro ficou encalhado e o fracasso de vendas deve ter levado desânimo ao autor para novas aventuras pela ficção. O mesmo jornal que publicou Memórias de um sargento de milícias chegou a anunciar um segundo romance de Almeida em 4 de julho de 1852; mas, Mistérios do Rio nunca veio à luz, tampouco restou qualquer outra informação além dessa a respeito.   A existência das Memórias é, assim, um tanto tortuosa; apar