Postagens

Mostrando postagens de Maio 12, 2022

Linchamentos em alto mar

Imagem
Por Enrique Serna Claudio Colaone.  On the high seas 1.   Aos vinte anos, Charles Baudelaire teve a grande oportunidade de viajar à Índia com dinheiro suficiente para perambular confortavelmente durante um ano. Seu padrasto, o comandante Aupick, concedeu-lhe esse privilégio quando findou seu bacharelado no Louis-le-Grand, para mantê-lo longe de bordéis e das más companhias. A aventura poderia ter-lhe trazido fabulosas descobertas, mas jamais saberemos como elas teriam repercutido em sua obra, porque o jovem poeta, em desacordo com os demais passageiros do navio, burgueses anódinos aos quais nunca escondeu seu desprezo, não quis chegar a Calcutá, o destino da travessia, e na ilha Maurício tomou um paquete de volta a Bordeaux, incapaz de suportar a hostilidade que o cercou mais um dia. Em carta endereçada ao comandante Aupick, o capitão do navio, Pierre Saliz, informou-o de que seu enteado, absorto na leitura de Balzac, mal saiu de sua cabine em um mês no mar:   Seu gosto exclusivo pela