Postagens

Mostrando postagens de Agosto 29, 2021

Seis poemas-canções de Zeca Afonso

Imagem
Por Pedro Belo Clara (seleção e notas adicionais)     Zeca Afonso. Foto: Arquivo do jornal Público . MENINA DOS OLHOS TRISTES 1   Menina dos olhos tristes O que tanto a faz chorar? O soldadinho não volta Do outro lado do mar.   Vamos senhor pensativo Olhe o cachimbo a apagar O soldadinho não volta Do outro lado do mar.   Senhora de olhos cansados Porque a fatiga o tear? O soldadinho não volta Do outro lado do mar.   Anda bem triste um amigo Uma carta o fez chorar O soldadinho não volta Do outro lado do mar.   A lua que é viajante É que nos pode informar O soldadinho já volta Do outro lado do mar.   O soldadinho já volta Está mesmo quase a chegar Vem numa caixa de pinho Desta vez o soldadinho Nunca mais se faz ao mar.     CANTAR ALENTEJANO 2   Chamava-se Catarina O Alentejo a viu nascer Serranas viram-na em vida Baleizão a viu morrer   Ceifeiras na manhã fria Flores na campa lhe vão pôr Ficou vermelha a campina Do sangue que então brotou   Acalma o furor campina Que o teu pranto não fin