Postagens

Mostrando postagens de Outubro 25, 2021

Aleksandr Blok

Imagem
Por Ekaterina Ignatova   O nome do poeta Aleksandr Blok (1880-1921) ainda retorna com frequência, como um eco persistente, na literatura russa, seja em inumeráveis escritores que se inspiram na sua obra, seja nos leitores que recordam e transmitem adiante sua palavra. Com a passagem do tempo, na violenta história russa — reconhecida por sua efervescência — a aura mística que acompanha a memória de Blok tem sido uma constante. Sua diferença em relação a boa parte dos seus colegas de profissão é dada por uma vida afastada do burburinho literário, ainda que isso não o qualifique como um artista misantropo, destituído de ironia. Anna Akhmátova recorda a única vez quando visitou Blok em sua casa: “comentei com ele sobre um poeta chamado Benedict Livshits (bastante reconhecido então) que se queixava de que ‘a simples existência de Blok o afetava na atividade de escrever poesia’. Blok, sem rir, respondeu seco: ‘Isso eu sei bem. No meu caso Liev Tolstói me afetava na escrita’.”   Depois de sua