Postagens

Mostrando postagens de Maio 27, 2022

A tragédia necromântica do doutor Fausto

Imagem
Por Raúl Rojas O primeiro encontro entre Mefistófeles e Fausto. Ilustração: Eugène Delacroix   Certamente poucos crentes podem conceber Deus o Criador em altas apostas com o diabo. Mas é o que acontece na incomparável tragédia Fausto de Johan Wolfgang von Goethe (1749-1832). No “Prólogo no céu”, no início do longo poema, Mefistófeles, um dos anjos decaídos, agradece a Deus por lhe perguntar “como vai tudo” na terra. O Senhor o repreende por não ver nada de bom na humanidade e mostra Fausto, “meu servo”, como exemplo. É aí que Mefistófeles aposta que pode levar o sábio Fausto à perdição, desafio que Deus aceita de imediato, acrescentando laconicamente: “o homem erra enquanto deseja”. Apenas outro texto na literatura mundial começa com uma aposta tão extravagante e herética: o Livro de Jó , que faz parte da Bíblia. Ali Lúcifer questiona a fé do piedoso Jó, que ele insinua que só se deve ao fato de Deus o ter agraciado com múltiplos bens e riquezas. O Todo-Poderoso aposta com Lúcifer que