Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 27, 2019

John Steinbeck muito além da ira e do Éden

Imagem
Por Roberto Breña Para Ale, razão porque Steinbeck é significativo; A René, por sua amizade “Sempre me pareceu muito estranho. As coisas que admiramos nos homens, bondade e generosidade, franqueza, honestidade, compreensão e sentimento são os elementos do fracasso em nosso sistema. E as características que detestamos, astúcia, ganância, cobiça, mesquinharia e egoísmo, são os fatores do sucesso. Enquanto os homens admiram as qualidades que citei, adoram o resultado das outras características.” John Steinbeck, A rua das ilusões perdidas Exceto As vinhas da ira   e Ao leste do Éden , os dois grandes romances de John Steinbeck (1902-1968), e duas de suas narrativas mais longas, Ratos e homens e A pérola , praticamente todo o resto da extensa obra desse autor é pouco conhecida e diria pouco lida. “Pouco lida” é uma expressão necessariamente subjetiva, inverificável e que, além disso, é quase anódina num mundo em que os “grandes escritores” são cada vez menos lido