Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 6, 2021

Inacabamento e expansividade: Contos Inacabados, de J.R.R. Tolkien

Imagem
Por Guilherme Mazzafera   J.R.R. Tolkien. Foto: Coleção Life Images. Que Tolkien é um dos mais produtivos autores-defunto (para inverter a lógica do nosso Brás Cubas) da história não há o que discutir. Porém, quatro décadas atrás, pouco suspeitavam seus leitores da veracidade e abrangência de tal asserção. Afinal, a leitura de O Hobbit (1937) e O Senhor dos Anéis (1954-55) lhes dera poderosos vislumbres de um vasto arcabouço subjacente que, talvez pensassem alguns deles, não poderia ser meramente hábil sugestão engastada literariamente. É certo que grande parte de seu efeito (e mesmo de seu tom) é derivado dessa capacidade sugestiva, decantada em um elã progressivamente elegíaco, mas era preciso certo gesto de fé para crer que a gênese de tal universo ficcional — ou Mundo Secundário, conforme prefere a poética tolkieniana — havia de estar registrada em algum lugar oculto, pacientemente aguardando publicação. Foi com imensa alegria, portanto, acompanhada de algum embevecimento, que os