Postagens

Mostrando postagens de Setembro 6, 2022

Buñuel, o grande provocador

Imagem
    Por Arturo Aguilar   No imaginário coletivo, o nome de Luis Buñuel cresceu automaticamente relacionado ao rótulo de Diretor Surrealista. Enquadrar Buñuel neste movimento artístico que nasceu da prática de diferentes artes e filosofias, de colaborações criativas, com espírito independente e de associações e metáforas arriscadas, é incompleto. Antes de mais nada, Buñuel foi um grande provocador.   No início e no final de sua carreira, é possível vê-lo apoiando-se no surrealismo como um veículo natural para propor essas ideias. É o que acontece em A idade de ouro e seu olhar revolucionário sobre as normas da época por trás de uma história de amor, com cenas em que os esqueletos dos bispos, ainda vestidos com seus trajes, dançam e cantam à beira de um penhasco, numa representação sobre o declínio e a queda da igreja, ou com o uso das vozes mutáveis ​​e uma voz em off que aparece e desaparece, como símbolo da multiplicidade de opiniões sociais a serem ouvidas e assimiladas na socieda