Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 17, 2022

Em torno da “poesia do pensamento”, de George Steiner

Imagem
Por Maria Vaz   “O uníssono da poesia, da música e da metafísica continua a assombrar a filosofia como um espectro fraterno. Quando o fim se aproxima, Sócrates vira-se para Esopo e o canto. Hobbes traduz Homero em verso. O severo Hegel escreve um poema profundamente sentido a Hölderlin.”   George Steiner, A poesia do pensamento ¹. George Steiner. Foto: Greg Funnell.   Vivemos em sociedades complexas pertencentes a um macro espaço que é o mundo globalizado. Podemos dizer que apesar de o pensamento possuir uma história milenar, essas sociedades complexas ainda se deixam seduzir pela aparência além do conteúdo e pelos juízos formulados em menos de vinte segundos.   Na vida quotidiana deste tempo de velocidade e movimento que pede praticidade para o verdadeiro multitasking que é exigido aos millenials , eventualmente ficará mais fácil arrumar os conceitos em caixinhas.   Hoje escrevo-vos sobre uma dessas caixinhas para a desconstruir de modo construtivo. Falo mais propriamente sobre uma