Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 19, 2011

Rever Os sertões, de Euclides da Cunha

Imagem
Por Pedro Fernandes Os sertões , de Euclides da Cunha, obra singular na Literatura brasileira suscitou uma leva de opiniões diversas tomando como foco a linguagem e a estruturação do texto. Como se sabe a obra tem uma linguagem marcadamente "técnica", com fortes traços "cientificistas" e apresenta-se dividida em três partes: "A terra", em que são descritos o espaço físico do sertão nordestino; "O homem", em que é feita uma análise sobre a formação social do sertanejo; e, por fim, "A luta", em que se desenvolvem os acontecimentos da guerra de Canudos. Em torno desses elementos formaram-se duas fortes correntes de opinião: uma preserva o caráter eminentemente científico da obra e não a coloca com obra literária e a outra corrente se define pelo seu caráter literário já que ela na sua totalidade dá contas de uma forma de construção textual cuja estética e o trabalho com a linguagem estiveram presentes. Recentemente li um texto