Postagens

Mostrando postagens de Abril 10, 2012

A poesia como arma

Imagem
Por Pedro Fernandes Guernica . Painel pintado por Pablo Picasso em 1937 para a Exposição Internacional de Paris. Símbolo da arte-denúncia, já que a tela é tratada como representativa dos bombardeios sofridos pela cidade espanhola de Guernica em abril daquele ano. Para o seu autor a pintura não existe para decorar casas, mas é um instrumento de guerra ofensivo e defensivo contra o inimigo. Insistentemente o primeiro nome que nos vem à cabeça quando se lê o título dado a esta post é o de Maiakóvski, assim como o primeiro nome que vem à cabeça para ilustrar um texto com esse título é o de Pablo Picasso e o seu famoso painel Guernica . Por isso dele lembramos, por isso a imagem acima. O poeta soviético talvez não tivesse a preocupação por elaborar uma estética fechada numa forma da arte pela arte, mas entendia que a arte deve comparecer ao seu tempo como se uma espécie ferramenta junto à revolução social. (É necessário que se preserve aqui todos os sentidos para o termo revoluç