Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 27, 2018

Escritores russos condenados por pensar fora do imposto para pensar

Imagem
Não devem ser poucos os países do mundo em que os arquivos da polícia política sejam relevantes para a história da literatura – afinal este mal que grassa a liberdade de expressão foi e é recorrente em todas as partes do globo. Mas, um deles talvez não deixe de estar entre os principais: o arquivo da União Soviética.
A combinação do controle totalitário e o papel que o estado soviético determinava às artes literárias para a vida moral da nação se traduziu no pleno exercício da vigilância e muitos nomes importantes de uma das literaturas mais expressivas de sempre– a bem verdade quase todos os nomes que conhecemos de depois da Revolução –  tiveram duros e sucessivos embates com a polícia, desde a Tcheka, primeira das organizações de polícia secreta da URSS criada por um decreto emitido em dezembro de 1917 por Vladimir Lênin, à KGB. Os resultados, não é preciso dizer, foram letais: para escritores e para a literatura, esta que foi transformada em panfleto barato do sistema. Dos seisce…