Postagens

Mostrando postagens de Junho 27, 2018

Nos vemos no paraíso, de Albert Dupontel

Imagem
Por Pedro Fernandes


Pierre Lemaître é um romancista recém-descoberto entre os leitores brasileiros. Até o presente uma pequena parcela de seus livros ganhou tradução por aqui; seu romance premiado no Goncourt de 2013, Au revoir là-haut, é base para o roteiro do filme de Dupontel que no César de 2018 arrebatou cinco premiações, incluindo Melhor Adaptação. De forte traço romântico a Alexandre Dumas, a narrativa parece querer ressignificar o mito francês do Homme au Masque de Fer apresentado pelo romancista no último capítulo da saga Os três mosqueteiros. Preso sob o nome de Eustache Dauger, esteve por mais de três décadas em várias prisões francesas, incluindo a Bastilha e a Fortaleza de Pignerol. O dilema sobre sua identidade serviu na construção de todo o imaginário que lhe cerca; e terá sido Voltaire, antes de Dumas, quem melhor contribuiu para tanto ao registrar em 1771  na segunda edição de suas Questions sur l’Encyclopédie, que o tal prisioneiro era, na verdade, o irmão mais velho…