Postagens

Mostrando postagens de Julho 4, 2012

Carlos Drummond de Andrade e o cinema

Imagem
Cineteatro Glória, em Belo Horizonte, 1929. Depois que foi para BH, na década de 30 Drummond esteve aí várias vezes e anotou no seu diário o título dos filmes assistidos. Foto:  Acervo do Museu Histórico Abílio Barreto "só quem assistiu à infância do cinema no Brasil pode avaliar o que era essa magia dominical das fitas francesas e italianas, sonho da semana inteira." Drummond,  Tempo vida poesia Não seria o primeiro certamente que teve atração pela sétima arte. No catálogo da exposição José Saramago – a consistência dos sonhos , organizada por Fernando Gómez Aguillera, há uma lista expressa de filmes que o escritor português assistiu e anotou o feito. Foi olhando para essa galeria bem particular que decidi por procurar sobre a relação de Carlos Drummond de Andrade com o cinema. Outro princípio também é o fato de o próprio poeta ter atuado num documentário dirigido por Fernando Sabino e David Neves, em 1972, O fazendeiro do ar , título que faz menção ao título h