Postagens

Mostrando postagens de Junho 29, 2018

Romance de Kehinde, Cadernos de Kindzu

Imagem
Por Wagner Silva Gomes


No livro Um defeito de cor (2006), em que se discute muito a veracidade biográfica, se foi realmente uma mulher negra escravizada que escreveu, ou se é uma autoria fictícia, questão relatada por Ana Maria Gonçalves na introdução do livro, que também tem o relato de sua descoberta em uma igreja, nos papéis que seriam documentos guardados por um antigo padre, e que serviam na ocasião de rascunho para o filho da mulher que cuidava da limpeza da igreja pintar e desenhar, tem a seguinte passagem:
“No meu sonho ele ia, não sei se para Aruanda, a terra do pai. E o mais interessante era que não usava embarcação nenhuma, mas sim aquelas folhas de papel que guardava com tanto cuidado.” (p. 393).
Nesse trecho a protagonista fala sobre o negro Kuanza, que tem nome de rio e por isso acreditava que seu destino era viajar pelo mar e ir um dia pra África.
Se a Ana Maria Gonçalves completou este trecho do romance com sua escrita, como também relata a introdução do romance, algo …