Preencha o formulário para participar da promoção. Se você não chegou aqui pelo Facebook, não deixe de findar sua inscrição cumprindo o restante do regulamento desta promoção.

Eventos literários em Natal e em Mossoró

Medéia. Paul Cézanne. 1882 (detalhe)


Ciclo de leituras dramáticas do NJA

Depois de divulgar por aqui o Devorando Hamlet com Clotilde Tavares, divulgo mais uma ação do Núcleo de Jovens Artistas (NJA) que terá lugar, entre os dias 28 e 29 de maio, no Instituto Câmara Cascudo (em frente à Caixa Econômica da Ribeira), na Cidade Alta. Trata-se do seu primeiro Ciclo de Leituras Dramáticas. Os eventos tem início às 17h30. Um texto contemporâneo e outro clássico serão interpretados por membros do Núcleo.

No dia 28, é a vez da peça Suíte 1, do francês Philippe Minyana e, no dia 29, Medéia, de Eurípides. Cada apresentação custa R$ 3 e a casadinha R$ 5. O “Ciclo de Leituras Dramáticas” do NJA deve acontecer a cada três meses. O intuito é promover a difusão de cultura a preços populares e formação de público, além da qualificação artística dos envolvidos, sejam eles atores ou produtores. Para cada evento, o Núcleo convida um facilitador para propor os textos clássico e contemporâneo e referências para leitura e interpretação dos mesmos, como textos, filmes, músicas, etc. Nesta edição, o facilitador escolhido por meio de votação, foi o ator, diretor e dramaturgo Henrique Fontes.

O Núcleo de Jovens Artistas é um grupo que promove discussões sobre políticas públicas culturais e sobre a cena cultural em geral. Além das assembléias semanais, o NJÁ promove eventos e atividades, como o Mapeando Grupos e Artistas do RN, oficinas para a comunidade e o próprio Ciclo de Leituras Dramáticas.

**

Estive, quando fui mossoroense por quatro anos, algumas vezes acompanhando as discussões do Grupo de Estudos da Complexidade do professor Ailton Siqueira, da Faculdade de Ciências Sociais, na Universidade do Estado do Rio Grande. De alguns desses momentos relembro do Encontro com autores: sempre em dado dia do mês traz para a roda do grupo e da comunidade acadêmica algum nome para falar de uma obra ou de um autor. Da época, relembro a lúcida fala do professor e poeta Leontino Filho sobre o escritor Raduan Nassar, um dos raros momentos que pude acompanhar.

Pois agora, dia 28 de maio, a partir das 17h, na Poty Livros do Centro de Mossoró (vizinha ao Teatro Municipal Dix-Huit Rosado) quem estará no centro da discussão será o escritor Clauder Arcanjo, autor do já comentado neste espaço, Lápis nas veias. Certamente, vale a pena sintonizar por lá.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos da Senhora Wilde

11 Livros que são quase pornografia

Os muitos Eliot

Uma entrevista raríssima com Cora Coralina

Além de Haruki Murakami. Onze romances da literatura japonesa que você precisa conhecer

Boletim Letras 360º #308

Boletim Letras 360º #309

As melhores leituras de 2018 na opinião dos leitores do Letras

A necessidade humana de expressão artística – parte I

Os melhores de 2018: prosa