Um Truman Capote inédito




Um pequeno texto inédito de Truman Capote foi publicado para edição de dezembro da revista Vanity Fair. A peça de sete páginas foi encontrada pelo editor da revista, Sam Kasher, enquanto examinava documentos e papeis relativos a um romance inacabado do escritor que foi publicado postumamente em 1987 sob o título de Preces atendidas.  A trama deste romance envolve ricos e famosos e se passa num cruzeiro pelo Mediterrâneo; quando publicado casou frissom entre muitos amigos de Capote da alta sociedade estadunidense.

O título das seis páginas, “Yachts and thigns” (em português, “Iates e coisas”) coincide com um dos capítulos que Truman havia esboçado para este livro de 1987. Segundo a jornalista Sam Kashner, o narrador é claramente Truman e a personagem citada no texto, a Sra. Williams, seja Katharine Graham, editora do diário The Washington Post. As associações são consideráveis porque Preces atendidas trata-se de um romance autobiográfico. O biógrafo do escritor, Gerald Clarke que publicou Capote (livro traduzido no Brasil pela Lya Luft e editado pela Editora Globo), também atestou o achado como “típico Truman”.

Truman Capote é considerado um dos grandes nomes da literatura dos Estados Unidos ao lado de Gore Vidal e Norman Mailer. Entre vários romances o que é mais lembrado é A sangue frio, de 1966 pela abertura que o escritor deu ao gênero para materiais outros como a matéria jornalística (falamos sobre este livro por aqui). O romance chegou a ser adaptado para o cinema em 1967, pelo diretor Richard Brooks.

O texto inédito deverá ser publicado on-line em meados de novembro no site da revista Vanity Fair, aqui.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma pedra no caminho para a modernidade: o projeto drummondiano de humanizar o Brasil

Os melhores diários de escritores

A partir de quando alguém que escreve se converte num escritor?

Escritos nas margens

A relevância atual de Memórias do cárcere, de Graciliano Ramos

Angela Carter, a primazia de subverter

O túmulo de Oscar Wilde

História da menina perdida, de Elena Ferrante

José Saramago e Jorge Amado. A arte da amizade

Ivan Búnin