sobre navegações



a primeira vez que saí de mim
foi quando para atravessar o atlântico dos teus olhos.

daí pra cá perdi-me
não sei mais quem sou
nau sem rumo (talvez)

vaga levada pela correnteza do tempo



* Acesse o e-book Palavras de pedra e cal e leia outros poemas de Pedro Fernandes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carolina Maria de Jesus, a escritora que catava papel numa favela

José Saramago e As intermitências da morte

20 + 1 livros de contos da literatura brasileira indispensáveis

José Saramago e Jorge Amado. A arte da amizade

Cecília Meireles: transcendência, musicalidade e transparência

Sor Juana Inés de la Cruz, expoente literário e educativo do Século de Ouro espanhol

Visões de Joseph Conrad

Ensaios para a queda, de Fernanda Fatureto

Os diários de Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #246