Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 21, 2018

Lady Bird, de Greta Gerwig

Imagem
Por Pedro Fernandes


Há dois filmes encantadores que o expectador pode lembrar o nome da diretora de Lady Bird: Frances Ha, de Noah Baumbach e Para Roma com amor, de Woody Allen. Sua escola, portanto, não é para malnascidos e aí está a resposta para a pergunta por que este filme, o primeiro dela como diretora, nos encanta tanto. Com uma matemática simples, que somam esses dois títulos nos quais Greta Gerwig foi atriz, chega-se à síntese de Lady Bird.
O filme também acrescenta e muito na filmografia sobre o tema da transição entre a adolescência e a vida adulta num território, como é recorrente em outros, onde a predominância dessa narrativa é com personagens masculinas. Quer dizer, durante muito tempo foi comum tratar sobre os medos, os anseios, as relações familiares, as incertezas da vida sexual, de garotos. Há uma extensa lista que inclui do drama à comédia e reflete sobre, portanto, por ângulos diversos. Muitas gerações de não-homens, logo, cresceram sem a alternativa de se verem …