Postagens

Mostrando postagens de Abril 11, 2014

Pequenas rotinas, grandes mentes (Parte 2)

Imagem
Esta pose noir  de galã é só pose. Hemingway tinha preferência por escrever em pé. Facilitava a circulação de ideias. Há aproximadamente um mês publicamos uma matéria aqui acerca da rotina (algumas delas nada convencionais) de algumas mentes brilhantes – em parte, de nomes da Literatura – no trato com a produção escrita. O tema foi motivo para um trabalho extenso de catalogação feito pelo jornalista Mason Currey; daí, pela quantidade de situações apresentadas, ficou acordado que voltaríamos ao assunto para adiantarmos (ou melhor, bisbilhotarmos) um tanto mais sobre a vida íntima de alguns nomes importantes. Adiantamos que isso não tem nenhum efeito literário se não o da curiosidade. Mas, juramos, não tornaremos este espaço numa Ti-ti-ti . Já findamos por aqui esse catatau de situações íntimas. Quem quiser mais que corra à procura noutros espaços. 1. O primeiro da lista é Ray Bradbury, o autor de As crônicas marcianas e A cidade inteira dorme também escreveu até uma obra em