Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 18, 2017

Sor Juana Inés de la Cruz por Octavio Paz

Imagem
Sor Juana Inés de la Cruz significa várias para a cultura em língua espanhola. Em 1982, Octavio Paz deu à estampa uma biografia capaz de esclarecer algumas dessas faces. A obra então publicada pela editora espanhola Seix Barral foi apresentada na Universidade Autônoma de Madri com uma conferência sobre esta mulher que “precisou se tornar monja para poder pensar”. Um dia depois, o próprio autor comandou um recital com poemas de Sor Juana na Universidade de Barcelona. É esta obra que agora, a tradução de Waldir Dupont, ganha reedição no Brasil pela editora Ubu. 
A biografia escrita por Octavio Paz é fruto de oito anos de trabalho e nasceu “da sedução que exerce esta mulher em particular, que é uma intelectual orgânica no sentido estritamente gramsciano, que, como tal, termina enfrentando-se à ortodoxia e ao poder em cujo seio estava integrada e que sofre em si mesma a colaboração da própria ideologia com seus acusadores até chegar a autoacusação”. Octavio Paz se sentiu seduzido pela “p…