Boletim Letras 360º #49

Novo cartaz para Enemy, adaptação de O homem duplicado,
de José Saramago. Novidades sobre o filme neste boletim.


Depois da primeira semana de nosso retorno estamos já a pleno vapor! Na próxima semana temos mais novidades – estejam atentos! Por enquanto estamos navegando nos versos de Manoel de Barros, o fazedor de nadas mais significativo da poesia brasileira. Não é à toa: estamos em vésperas de realizar nossa primeira promoção de 2014, valendo como brinde, exemplares do seu Poesia completa. Vê o fim deste BO que tem um atalho para ver/ler o regulamento para se inscrever e participar. É coisa simples! Antes, um tour pelo que foi notícia em nossa página no Facebook.


Segunda-feira, 20/01

>>> Brasil: Publica-se em edição bilíngue O colóquio dos cães, texto menos conhecido de Cervantes

É de conhecimento de todos a forma diversa com que se apresenta no Brasil edições do Dom Quixote, o texto mais conhecido de Miguel de Cervantes. O que pouca gente conhece está nas primeiras produções do escritor: em grande parte textos curtos e diferentemente dos de seu tempo, com o caráter exemplar a todo tempo transgredido pelas personagens. Em 2012, a Arte & Letra deu a conhecer em três volumes separados com algumas dessas novelas. Agora, é a Editora da Unicamp que traz aos leitores o pouco conhecido Colóquio dos cães.

>>> Brasil: Novidades para 2014 dos idealizadores da Revista Cesárea

Tudo o que diz respeito ao universo da literatura nos interessa. E uma novidade exposta via as redes sociais esta semana merece, justamente por isso, nossa atenção. Foi em novembro de 2013 que chegou-nos a ideia da Revista literária Cesárea. Agora, o nome da revista serve a ampliação da ideia original; Cesárea também será uma editora e vai publicar e-books. Por enquanto estão previstos três títulos a serem publicados a partir de depois do carnaval: primeiro Polaroides, uma série de fragmentos poéticos publicados pela jornalista e fotógrafa Adelaide Ivánova em seu blog e selecionados por Carpeggiani; depois, em abril, será lançado Os sete pilares da apostasia, de Fernando Monteiro; em maio, um volume reunindo as principais poesias traduzidas por Ricardo Domeneck um dos responsáveis pela revista eletrônica e coletivo Modos de Usar. Já a segunda edição sai no dia 17 de fevereiro.

>>> Estados Unidos: Novidades sobre a adaptação de O homem duplicado, de José Saramago para o cinema

Enemy já foi exibido em alguns festivais, entre eles o Festival de Cinema Internacional de Toronto e até o presente teve reações diversas; baseado no romance O homem duplicado, do Prêmio Nobel de Literatura José Saramago, o filme é uma produção canadiana e espanhola. Na semana anterior, depois de receber novos cartazes de apresentação o filme de Denis Villeneuve venceu o prêmio Méliès d'Argent no Festival Internacional de Cinema Fantástico da Catalunha, em Sitges. Enemy tem previsão de estreia na Europa entre março e abril; no Brasil ainda sem data, mas possivelmente para meados do ano.


Terça-feira, 21/01

>>> Portugal: A Fundação José Saramago divulga o lançamento da primeira edição em 2014 da revista Blimunda

A novidade maior é ampliação da revista com um conjunto de novas seções e rubricas. Uma das seções é sobre Cinema, de responsabilidade de João Monteiro, fundador do Cineclube de Terror de Lisboa e um dos programadores do MOTELx, que nestes textos dá continuidade do trabalho que tem sido desenvolvido por este festival ao longo destes anos, principalmente ao nível do cinema português. A seção terá uma periodicidade bimestral nas páginas da Blimunda. Outra nova seção, a Estante, local de acolhimento de 8 livros recentemente editados, e o Dicionário de Literatura Infantil e Juvenil, que de A a Z trará entradas escritas por escritores, ilustradores, editores, professores. Destaques da edição ora publicada: a seção infantil e juvenil, Andreia Brites conversa com Eduardo Filipe, um dos responsáveis pela ILUSTRARTE, Bienal Internacional de Ilustração que em 2014 está a viver a sua 6.ª edição. Inaugurada a 16 de janeiro, a ILUSTRARTE mostra até abril o melhor que se faz na ilustração internacional, numa exposição que está patente no Museu da Electricidade. A acompanhar esta conversa, apresentam-se os trabalhos de 15 ilustradores que integram esta exposição. Fechando, a Saramaguiana regressa a 2005 e à participação de José Saramago no Fórum Social Mundial de Porto Alegre. Também presente nesta seção, uma análise à nova edição de A Maior Flor do Mundo, texto de José Saramago que conheceu no final de 2013 uma nova edição com ilustrações de André Letria. Para o download da revista basta ir aqui.


Quarta-feira, 22/01

>>> Portugal: Manuscritos do poeta português Eugénio de Andrade serão digitalizados e estarão on-line em breve

O processo de tratamento, organização e revisão do inventário do espólio, com especial enfoque para manuscritos e correspondência do poeta, já foi iniciado. Totaliza mais de 6.500 documentos. Os arquivos serão disponibilizados até meados do ano na Biblioteca Digital, onde se encontram já acessíveis os espólios de escritores como Teixeira de Pascoaes e António Nobre, ou ainda o Roteiro da Primeira Viagem de Vasco da Gama à Índia.

>>> Brasil: O novo romance de Valter Hugo Mãe já tem data de chegada ao Brasil.

Sai em maio. Anunciou a Cosac Naify em seu blog. A desumanização, Valter Hugo Mãe, publicado desde o ano anterior em Portugal (conforme vimos acompanhando) sai no Brasil em maio. A história se passa na Islândia e tem como protagonista uma menina lidando com a morte da irmã gêmea. 


Quinta-feira, 23/01

>>> Brasil: Mais um título de Octavio Paz a ser reeditado no Brasil

Trata-se de Labirinto da solidão clássico que assinala uma reflexão acerca dos elementos que configuram a identidade mexicana. Uma investida sobre a história e os mitos do México eque desenha uma vasta paisagem que inclui a identidade de todos os homens, extraviados num único labirinto de solidão cósmica. A nova edição do texto é uma das investidas da Cosac Naify sobre o centenário de nascimento de Octavio Paz, uma das efemeridades de 2014.

>>> Brasil: Texto de Blaise Cendrars será reeditado 

Uma das edições mais recentes de Pequenos contos negros saiu em 1989 pela L&PM Editores. Agora, o título já fora de catálogo volta às prateleiras em maio; as Edições SM publicam uma nova edição do livro lançado originalmente em 1928. O texto passa por uma nova tradução e terá ilustrações de Lygia Rocco.


Sexta-feira, 24/01

>>> Brasil: Novos detalhes sobre o novo romance de Ariano Suassuna

Ao menos a parte primeira – que a ideia original foi se ramificando para sete volumes em 33 anos que o escritor se dedica a essa obra. Intitulado O jumento sedutor o livro inclui, numa só obra, os gêneros romance, teatro, ensaio e poesia, além de desenhos feitos pelo escritor para todas as páginas. O trabalho é, segundo Ariano, uma homenagem a O asno de ouro, do escritor Lucius Apuleio, do século 2.

>>> Argentina: Um ano para Julio Cortázar

2014: cem anos com Julio. Assim foi denominado o extenso conjunto de atividades que serão desenvolvidas na Argentina para homenagear o autor e sua obra. Uma prévia disso já pode ser contemplada no ano anterior em que se comemorou o cinquentenário de O jogo da amarelinha. No país de nascimento do escritor inaugura-se o Centro Cultural Julio Cortázar depois de uma grande adaptação da casa onde morou o escritor entre 1939 e 1944. Soma-se a isso, exposições fotográficas, conferências e encontros internacionais. Dentre as publicações, o escritor Juan Sasturain coordenará a edição de um livro de contos inéditos inspirados em textos de Cortázar. Pela primeira vez os leitores do cronópio poderão visitar a coleção pessoal do escritor, cedida por Aurora Bernárdez.

*


É isto; voltando ao que dizíamos no início deste boletim, acerca da promoção, a primeira de 2014. Para fazer sua inscrição e concorrer é necessário apenas ler e seguir este regulamento.


..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+Instagram

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carolina Maria de Jesus, a escritora que catava papel numa favela

José Saramago e As intermitências da morte

José Saramago e Jorge Amado. A arte da amizade

Sor Juana Inés de la Cruz, expoente literário e educativo do Século de Ouro espanhol

Cecília Meireles: transcendência, musicalidade e transparência

A relevância atual de Memórias do cárcere, de Graciliano Ramos

Ensaios para a queda, de Fernanda Fatureto

Visões de Joseph Conrad

Os diários de Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #246