Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 11, 2018

Em busca da adolescente que abriu caminho a Virginia Woolf e Sylvia Plath

Imagem
Por Héctor Llanos Martínez


“Oxalá nunca me transforme, horror, num animal tão normal e livre; nessa monstruosidade deformada: a mulher virtuosa. O que for, Diabo, menos isso”.
Muito se falou sobre a escritora canadense Mary MacLane (1881-1929) nos primeiros momentos do século XX e logo tardou em desaparecer sua sombra depois de sua morte, prematura, enigmática e, tal como havia desejado, pouco virtuosa, numa pensão de Chicago aos 48 anos de idade. O documentário Between My Flesh and the World’s Fingers, apresentado no Festival de Documentários de Montreal RIDM, transpõe em imagens a confessional estreia literária da adolescente que abriu caminho para Virginia Woolf e Sylvia Plath, quando a palavra feminista era ainda um neologismo.
Talena Sanders, diretora do filme, não se mostra muito entusiasmada com a classificação de “a primeira blogueira da história” que tem sido imposta a MacLane nos últimos anos. “Entende-se que se coloque essa etiqueta, ao escrever de uma forma tão direta em p…