Postagens

Mostrando postagens de Março 17, 2020

Diário de leitura (parte um): Os Miseráveis, de Victor Hugo a Ladj Ly

Imagem
Por Rafa Ireno             Caros leitores, sinto dizer que comecei a escrever minha tese. Infelizmente, tudo o que não seja a tese míngua neste período, inclusive, as leituras. É um paradoxo no final das contas. Porém, ah porém, como sou teimoso e contraditório, resolvi ler Os Miseráveis de Victor Hugo. Na verdade, tal incumbência foi instigada pelo filme de mesmo nome de Lady Ly. Eu gostaria de ter escrito demoradamente sobre o romance, mas não teve jeito. Então, devagar, dia após dia, fui anotando coisas num diário, onde anoto coisas, e decidi compartilhar isso com vocês. São curiosidades e considerações críticas apelando à bondade, a qual sei que existe apesar dos tempos difíceis (refiro-me à escrita de minha tese e não ao horror do governo atual) dos frequentadores do Letras para com este pobre colunista. É a primeira parte, outras duas seguirão conforme avanço nas páginas do Hugo. Peço também a vocês paciência e que acreditem em mim, as coisas melhorarão… (agora, da situa