Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 25, 2021

Dom Casmurro, de Machado de Assis

Imagem
Por Pedro Fernandes Machado de Assis. Fototipia publicada em O Álbum , 1893. “Os instantes do Diabo intercalam-se nos minutos de Deus.”   A vasta, rica e instigante bibliografia sobre Dom Casmurro , bem como a naturalização popular de um romance que, inusitadamente, quase se imiscuiu no imaginário do leitor brasileiro ― é possível que muitos o tenham lido só de ouvir falar sobre o enigma amoroso proposto pelo narrador ― coloca qualquer novo texto sobre este romance em pelo menos um impasse: a fatalidade de nada acrescentar ao que já foi dito. Não é que a obra esteja esgotada passado mais de um século de existência, mas, nesse caso específico, as fronteiras de interpretação estão todas descobertas e algumas determinadas e, assim como a verdade segundo a qual a terra é redonda, inquestionáveis.   Machado de Assis foi um exímio criador. Explorou como ninguém as várias possibilidades de estabelecimento de um enigma, a força motriz de grande parte de seus textos mais conhecidos. Lidou nat