Postagens

Mostrando postagens de Maio 23, 2018

Philip Roth, agora mesmo começam outros círculos

Imagem
É quase unanimidade que Philip Roth é um dos autores mais importantes da literatura estadunidense da segunda metade do século XX. Quase porque é pública a querela na entrega do Man Booker Prize ao escritor em 2012. Carmen Callil, reputada crítica literária e membro do júri, demitiu-se do seu posto e dentre as declarações que deu sobre a obra do escritor uma dizia que ele “continua com os mesmos temas em cada um de seus livros. É como se sentasse sobre minha cara e não me deixasse respirar”. Bom, desprezando certa grosseria nos temos, é fala coloca em relevo algo do perfil de Roth que chegou a ser sublinhado, por exemplo, no obituário escrito pela revista The New Yorker no qual recordava os temas preferidos do escritor: “a família judia, o sexo, os ideias estadunidenses, a traição aos ideais estadunidenses, o fanatismo político e a identidade pessoal”.
Philip Roth nasceu em 19 de março de 1933 em Newark, Nova Jersey. Filho de emigrantes judeus do leste da Europa e criado num bairro d…