Preencha o formulário para participar da promoção. Se você não chegou aqui pelo Facebook, não deixe de findar sua inscrição cumprindo o restante do regulamento desta promoção.

Arquivos na web para se deliciar

Tenho para mim que, para quem ler alguma coisa em Inglês ficará maravilhado com essa descoberta: a conceituada The Paris Review organizou um espaço em sua página eletrônica com entrevistas a escritores realizadas desde a década de 1950 a 2010

Por lá encontraremo-nos com autores como T. S. Eliot, William Faulkner, Truman Capote, Ernest Hemingway, Jorge Luis Borges, Jean Cocteau, Saul Bellow, Jack Kerouc, Aldouxs Huxley, Ezra Pound, Vladimir Nabokov, Robert Fitzgerald, Elizabet Bishop, Marguerite Yourcenar, Ítalo Calvino, José Saramago, entre outros.

Já o jornal francês Le Monde que publica uma repasse biográfico da vida de Virginia Woolf pelas mãos da escritora Virginie Despente, apresenta uma gravação (reproduzida abaixo) em que se pode escutar a autora de Orlando falar como a língua inglesa do pós-guerra poderia libertar o pesadelo do passado. Não custa lembrar que a Cosac Naify lançará em breve uma edição caprichadíssima de seu famoso romance Mrs Dalloway com tradução de Cláudio Marcondes.



 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos da Senhora Wilde

11 Livros que são quase pornografia

Os muitos Eliot

Uma entrevista raríssima com Cora Coralina

Além de Haruki Murakami. Onze romances da literatura japonesa que você precisa conhecer

Boletim Letras 360º #308

Boletim Letras 360º #309

As melhores leituras de 2018 na opinião dos leitores do Letras

Os melhores de 2018: prosa

O excesso que vive: Mac e seu contratempo, de Enrique Vila-Matas