Postagens

Mostrando postagens de Novembro 26, 2019

Carson McCullers: o licor limpo e seco do amor

Imagem
Por Natalia Izquierdo





É possível que, onde quer que esteja, a grande escritora do sul profundo dos Estados Unidos continue a ter o mesmo aspecto que tinha em vida, isto é, o de uma daquelas criaturas esquivas e frágeis que povoam os contos de Hans Christian Andersen; o de um daqueles seres especiais que andam na terra armados com um coração de fogo, mas que ao mesmo tempo pertencem ao além, e é por isso que sempre parecem ansiar por inexistência e invisibilidade.

No entanto, é bem possível que, com esse desejo de desvanecer e desaparecer, a romancista tentasse compensar a superexposição a que sua mãe a sujeitou desde o dia em que, com apenas cinco anos de idade, ela a surpreendeu improvisando uma música no piano. A partir de então, acreditando que o talento era incompatível com a humildade, seu pai começou a proclamar para seus parentes e vizinhos que sua filha era uma criança prodígio, bem como a lhe infligir as mais diversas “torturas estilísticas” na esperança de fazê-la uma distin…