Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 7, 2020

Seis livros para entrar no universo de Toni Morrison

Imagem
O lugar ocupado por Toni Morrison na cultura literária não se restringe ao de autora de uma obra imprescindível no interior das grandes criações do século em língua inglesa. Confunde-se, sua trajetória, com uma vivência do lugar político, assinalado pela recusa de integração numa perspectiva, experiência ou ideologia da cultura branca. Isto é, um respeito para com a memória de uma comunidade e a manutenção de uma expressão centrada na dinamização da cultura negra. A escritora estadunidense assume-se enquanto voz de / para o negro.
E esse gesto não se inscreve apenas na sua obra; na vida, ela também atuou nesse sentido. Quando assumiu uma cadeira na prestigiada editora Random House, poucos meses depois de sua estreia literária, Morrison abriu as portas desta casa para muitas figuras da literatura negra: Gayl Jones, Toni Cade Bambara, Angela Davis. Antes de tudo, os primeiros livros que tiveram sua intervenção formavam uma coleção de nomes da literatura africana como Wole Soyinka e Ch…