Postagens

Mostrando postagens de Novembro 24, 2020

Paul Celan: poeta e personagem de ficção

Imagem
Por José Aníbal Campos Paul Celan. Foto: Michael Wolgensinger   Não é incomum que um escritor famoso se torne personagem de um romance. Mas o fato de se tornar parte de uma obra de ficção quando ainda é um desconhecido do grande público e um punhado de seus poemas circulam apenas entre um pequeno grupo de amigos e pequenos editores, é um indício do fascínio que, independentemente de sua obra, emana de sua personalidade.   Este é o caso de Paul Celan, considerado por alguns o poeta de língua alemã mais influente do século XX. Sobre essa personalidade cativante, especialmente em seus primeiros anos como poeta na Romênia, o crítico literário romeno Ovid nos deu um primeiro testemunho. Crohmălniceanu, conta que Celan fez sua aparição na cena literária de Bucareste como um beau ténébreux . Uma figura luminosa e sombria, que incita a paixão e, por vezes, mergulha em abismos aterradores, que seduz e ao mesmo tempo assusta.   Com Celan, há um caso singular: sua obra e sua figura foram monopoli