Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 10, 2015

"Renuncio à toda responsabilidade, exceto quando opino sobre Literatura" - Michel Houellebecq

Imagem
No centro dos atentados a Charlie Hebdo , o escritor Michel Houellebecq foi responsável por umaceleuma: seu novo romance Soumission ( Submissão ) volta a um tema caro para o seu país, tanto quanto o que ensaiou em Partículas elementares (obra que chegou a ser adaptada para o cinema). O livro de 2015, o sexto da sua carreira literária, aborda o futuro da França e o papel do islã. Ambientado em 2022, a narrativa traz um país agitado por problemas que correm misteriosamente: a mídia, por exemplo, é a grande responsável por espalhar o caos ao fazer-se de desentendida quanto a seu exercício de manipulação. Nesse cenário, em poucos meses, um líder de um partido muçulmano de criação recente é eleito presidente. Na noite de 5 de junho, na segunda rodada das eleições gerais – a primeira fora anulada por fraude eleitoral – Mohammed Ben Abbes vence oportunamente Marine Le Pen com o apoio tanto dos socialistas como da direita. Numa entrevista exclusiva para The Paris Review , o es