Postagens

Mostrando postagens de Agosto 25, 2008

José Saramago de “O ano de 1993” é um poeta ruim?

Imagem
Por Pedro Fernandes
1. Por motivo de viagem, sai mais uma vez o Letras in.verso e re.verso para uma pequena estadia sem postagens. É possível que, quando voltar, muito provavelmente na segunda-feira próxima, já no mês de Machado de Assis, recorra a atualizações mais frequentes. Veremos. Deixo ao leitor um tema que poderá dar o que falar.

2. Refleti aqui, certa vez, sobre a fala de um professor e crítico literário que discorria acerca do que denominava pontuação insólita de José Saramago; em seguida, apresentei um Saramago não tão conhecido dos leitores, o poeta.

3. Hoje retomo a esta última post para fazer o que fiz na primeira, sugerir algumas questões anotadas de outro artigo, esse do professor de Teoria da Universidade de Campinas (Unicamp) Alcir Pécora, em que ele afirma ser o escritor português tudo, exceto poeta, num artigo para o jornal Folha de São Paulo logo quando do lançamento do livro O ano de 1993, publicado em Portugal em 1975 e no Brasil, ano passado.




No silêncio dos olhos